Chamam-lhe poder! A abstracção.

Perguntas que me faço!

 

O que é Abstracção?

A abstracção é a remoção de informações de modo a tornar aplicável algo, a uma ampla classe de situações, preservando as propriedades importantes e natureza essencial de conceitos ou temas.

Parece ser uma “definição pomposa”, mas não é se nos lembrarmos de Miguel Ângelo, quando olhava para um bloco e mármore e imaginava “Pietá”

Ao retirar esses detalhes, as diferenças desaparecem, e muda a nossa forma de ver estes conceitos ou assuntos, sendo até possível ver semelhanças que até então eram inexistentes.

A utilidade da abstracção revela-se, por exemplo, quando pretendemos analisar um conjunto de pessoas, poderá haver situações em que seria útil ter a entidade comum, que representasse grupos com atributos diferentes tais como clientes e fornecedores.

(Entendam-se como fornecedores todos os trabalhadores de uma empresa que colaboram para a criação de um produto.)

Imaginemos esses colaboradores a trabalhar com pensamento concreto! Eles estariam limitados ao que teriam à sua frente, ali e naquele momento.

No entanto se esses colaboradores trabalhassem com pensamento abstracto poderiam conceptualizar ou generalizar. Poderiam ver para além do óbvio e seriam capazes de usar padrões ou de obter uma série de pistas para desenvolver problemas complexos.

O pensamento abstracto ajuda a resolver problemas de forma mais criativa, e cria uma tendência a permitir que as pessoas pensar “fora da caixa”.

Carl Jung definiu alguns tipos de personalidade como tendo a capacidade de sentir abstracto, intuir ou sentido, além de ter capacidade de pensar.

O pensamento concreto representa a viabilidade, o que faz com que as pessoas que o usam tenham mais dificuldade em encarar tarefas árduas, do que as que usam a abstracção.

 

Benefícios da Abstracção

A Flexibilidade é o principal benefício da abstracção.

Face a situações não previstas, nós somos capazes de projectar as nossas estruturas para melhor lidar com o desconhecido. Estas situações podem exigir pouca ou nenhuma mudança em nosso referencial de dados e portanto facilmente resolvemos os problemas.

A abstracção reduz o tempo de análise e de criação de projecto.

Tendo exercitado a nossa capacidade de, podemos aplicá-la a diversas áreas do modelo que temos em mãos, antes de concluir uma análise aprofundada das necessidades. Em vez de gastar quantidades significativas de tempo, a analisar cada elemento, eu posso abstrair para me certificar de qualquer eventual exigência foi tratada.

É importante não perder a noção global do projecto.

Os pensadores com abstracção são capazes de reflectir sobre os acontecimentos e ideias, e sobre os atributos e relacionamentos separados dos objectos que possuem os atributos ou compartilham essas relações.

Por exemplo, um pensador “concreto” pode pensar sobre um par de sapatos em particular, um pensador “abstracto” pensa sobre calçado em geral. Um pensador concreto pode ver que essa conta é grande, um pensador mais abstracto pode pensar sobre as dimensões da inflação.

Um pensador concreto pode reconhecer que o A e B gostam um do outro, um pensador abstracto pode escrever 20 páginas sobre emoções.

Abstraia-se e diga de concreto!

2 Respostas

  1. Abstracção = Imaginação

  2. Imaginao mas sem fantasia!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: